Lookbook #4: California Stars

Lookbook 4 - california

A gente parece que some com lookbook, mas não é assim, tá? Temos tudo friamente calculado para publicar sempre 1 semana sim e outra não. E cá estamos nós, mais uma vez. A escolha do #4 é um top que eu amo, um saião basicão preto, uma botinha para variar e um chapéu que é muito meu amigo <3. Fotos lookbook: Mário Camarão. E maquiagem é claro que é Nay!

(Todas as fotos do #4 na galeria de imagens – final do texto) 

Começando pelo top: já falei de Daisy Print aqui, né? Nesse caso não é estampado no tecido, é aplicação de das flores no top. Encantei quando vi. Ele tem costas rendada com um pouquinho de transparência. Veste super bem! É curto, mas fica ótimo com uma peça de cintura alta, tipo nesse caso, que usei com saião cintura alta. Comprei na Topshop, em uma promoção por 59 dinheiros. Não consegui sair sem esse de lá. Não tem mais na loja, mas encontrei algumas adaptações na loja Romwe e na Black Owl.

A saia foi um investimento mais que necessário no meu guarda-roupa. Quantas vezes eu consigo usá-la, com milhares de blusas e dependendo de qual delas, já poder usar em diversas situações? Certeza que várias mesmo. É maravilhoso sempre ter uma peça bem universal assim. É logo simples de ter diversas ideias para várias ocasiões. Encontrar em algumas lojas também é bem simples. No caso, esse aí é da Renner, comprado em dezembro, mas já percebi que sempre que acaba, eles repõe mais de tão básicas e procuradas que são. O valor? R$ 69. Jamais me arrependo. Tem modelo igual e outros parecidos ainda na Renner.

Nos pés a botinha comprada na Riachuelo. Esse modelo é daquela coleção que eles consideram mais rocker, que apesar de implicar com várias das peças, essa daí amei! De cara imaginei com shortinhos e camisetas, blusão, legging e, por que não com o saião? Comprada recentemente (fevereiro), esse modelo é da nova coleção de outono/inverno e certeza que ainda é possível encontrar em algumas lojas. Interessou também? Saiu por R$ 139. Vai lá que ainda deve ter.

O chapéu, muito amigo, já procurava tem um bom tempo. Olhava em sites de moda e ficava babando na ideia de ter um. Procurando por aí, consegui achar nas coleções de outono/inverno do ano passado e o mais inacreditável é que foi na Marisa. Lembro que uma vez usei para ir no salão e a Gabi (Manuella Hair), que sempre faz o meu cabelo lindamente, aprovou total o uso do chapéu para o meu tipo de cabelo, já que protege para não queimar tanto no sol. Só me incentivou mais ainda. Não, não uso sempre, mas também achei que valeu muito comprar este, principalmente por ter me custado R$ 49, tranqs. Não encontrei o mesmo na coleção desse ano da Marisa, mas vocês encontram o mesmo aqui.

E aí, o que vocês acharam?

Tem sugestão ou dúvida? Manda aqui pra gente.

Um beijo!

 

Festival: música + moda

festival 4

Da maneira que sempre falamos aqui, estamos cansadas de saber que música e moda muitas vezes andam juntas, não é à toa que em festivais e shows nos acostumamos a ver looks maravilhosos, não só no palco, como também no público! Vocês sabem, não tem regra para se vestir para um show/festival, a gente vai do jeitinho que a gente mais gosta, mas sabemos que têm coisas que são mais adequadas e isso também não nos impede de inspirar vocês para os festivais que virão por aí, no Brasil, começando pelo Lollapalooza. (Mais inspirações na galeria de imagens – final do texto)

Com sugestão de uma amiga (sim, vocês podem sugerir posts para o Shake It), decidimos elaborar esse post cheio de dicas de looks para vocês curtirem esses momentos maravilhas das nossas vidas, tipo o show daquela banda que a gente ama <3.

festival 21

festival 37

A principio sabemos que a melhor opção é se sentir confortável para a maratona de shows e, claro, isso não significa ir menos linda. Tô acostumada a ir para festivais de música no Brasil e sempre vejo que o que não falta é bom gosto nas meninas e nos meninos. Sempre conseguindo um jeito de se sentir à vontade e, ainda, maravilhosos. Muitos shortinhos, bermudas, muitas estampas, muito vintage, acessórios de cabeça e muitas peças que nos lembram décadas passadas.

festival 18

festival 12

As boas ideias e bom gosto na hora de se vestir para um festival é algo tão notável que diversas marcas decidiram criar um lookbook inspirado em festival. Isso, claro, porque algumas lojas, para muitas pessoas, são chave na hora de escolher algo para curtir o evento. Nasty Gal, por exemplo, criou um lookbook inspirado. Assim como a ASOS — aquela outra maravilhosa –, que separou uma seção especial para ideias do que vestir no momento. Baseadas nisso, escolhemos algumas maravilhas que seriam ideais para a ocasião.

 

festival 27

festival 31

Forever 21, Farm, Motel Rocks, Topshop… São lojas que já com cara de festival em quase todas as peças, por isso é bom até ir com calma já que possivelmente você encontrará boa parte com a mesma estampa e/ou peça, isso claro que se você tiver problema com isso, eu normalmente não tenho, mas com a Farm já é complicado ir com uma das estampas marcadas, daquelas que eles pegam uma e já fazem shorts, blusas, vestidos, saias e calças. Se você é do tipo de pessoa que se preocupa com isso é bom não usar alguma assim.

Sou a favor dos shortinhos e uma blusa bem bonita, saia, vestidos incríveis e sempre uma botinha ou tênis, uma bolsa, óculos escuros e vamo lá. Claro que nada de salto, já que você não sabe as condições do local, chuva, lama e por aí vai, sem contar que não há quem consiga ficar confortavelmente em cima de um durante horas e horas.

festival 34

festival 35

Acessórios estão entre os detalhes que dão plus no visual. Chapéu é sempre um dos favoritos entre as meninas, o único problema é desistir de usar no meio do festival e ter que ficar carregando aquilo, então é bom pensar antes. Turbantes é muito amo/sou, é leve, deixa tudo mais bonito e ainda é prático. Agora, posso fazer um pedido? Esqueçam coroa de flores! Já deu. Ainda vamos encontrar milhares lá. Para quem não consegue se desligar das coroas de flores, achamos uma opção perfeita: a liga de cabelo daisy para prender o coque, fica muito charmoso, muito mais bonito e ainda da a ideia de mini coroa.

E você, o que vai usar? Conta pra gente.

Ah, sexta-feira a gente vai publicar aqui a nossa playlist Lollapalooza, só para esquentar. ❤

Um beijo.

(mais inspirações na galeria de imagens)

 

Adidas Originals + Farm

adidas originals

Adidas é, definitivamente, uma das marcas que nunca vai sair do coração, isso, principalmente, pela sua linha Originals, dona dos modelos clássicos e vintages nas nossas vidas, sem deixar de lado a inspiração urbana. Agora, segura aí a Adidas Originals, mistura com a Farm e adivinha o que pode rolar… Maravilhas, claro. As duas se juntaram e criaram uma coleção incrível! Já tá tudo pronto para o lançamento e a partir da madrugada de hoje para amanhã, 22 de março, a gente já vai poder sofrer de amor e comprar aqui.

Essa não é a primeira parceria que a Adidas faz com outra marca. As campanhas de collabs (como é chamado o projeto de colaboração) já rolaram entre a brand e outras que se juntaram para a criação de coleções lindas. Também já foi feito com estilistas e até parceria com artistas. Mas a grande novidade nisso tudo é que, pela primeira vez, eles vão lançar um projeto com uma brasileira: a Farm. Imagina você que o que não falta é o bom gosto.

adidas originals collab

E o que esperar dessa união? Ao todo, serão lançadas 4 estampas e já prevemos (e vimos algumas peças) que elas serão exatamente jeitinho Farm de ser: cheia de brasilidade, cores vibrantes e muita tropicalidade aplicadas em peças tradicionais da Originals, como os shorts de corrida, as calças, casacos, tênis (!!!!) blusas tradicionais, croppeds e como ninguém é de ferro, claro que tinha que rolar a adaptação da Farm em algumas: saia midi (!!!)? Teremos!

adidas originals collab 4

adidas originals collab 5

Recentemente a marca também lançou collab com a amada Topshop, que acabaram de disponibilizar para compra no site. O resultado das duas marcas também não poderia ser menos, estampas exclusivas com aquele toque urbano. ❤ (fotos parceria Adidas + Topshop no final da galeria – final do texto)

Bem, sobre a nossa aqui, não sei vocês, mas depois que eu soube da parceria, vi as estampas e o ensaio, mandei direto para a minha wishlist. Fechando com o Brasil, com o meu coração e com os nossos bolsos. Não esqueçam, 0h (de hoje para amanhã) já vai estar disponível para compra no site da Farm.

E aí? Só eu quero tudo?

O que vocês acharam?

Um beijo!

(mais fotos na galeria)

Lookbook #3: Passenger Side

lookbook 3.1

Já tava na hora do Lookbook #3, né? Decidimos dar um time depois do Carnaval até publicar esse, mas agora acho que já deu. O terceiro look já é um velho conhecido meu, mas nunca esteve por aqui na forma completa. No mês de estreia do site, fizemos um post sobre Kimonos, vocês lembram (aqui o link)? Resolvemos, então, fazer o lookbook dele por aqui. Fotos por Mário Camarão. (lookbook completo no final do texto)

Vamos começar pelo kimono: como falamos aqui, é uma peça que rolou e que ainda tá rolando. Confortável, fresquinho e sempre com uma estampa linda! Podemos usar durante o dia, tarde, noite, o que não falta é oportunidade. É só adequar com a blusa que vamos usar por baixo, sempre um pouco mais justa, já que ele é soltão. Esse meu é da Farm, coleção de 2012 (não, nunca vou enjoar dele). Ok, impossível encontrar o mesmo, hoje, se nem for por desapego de alguém, mas ele está longe de ser um dos únicos modelos. No post feito aqui, deixamos a dica do da Riachuelo, que custava 89 dinheiros, Sholder, a nova coleção da Farm também tm novos kimonos  — aqui — alguns dos modelos já disponíveis nas lojas. Para quem tem uma Topshop por perto, lá também tava cheio e ainda tem a Forever 21 que acabou de inaugurar e tinha uma peça linda lá custando R$ 57,90, certeza que esse já acabou lá, mas outros modelos deles ainda chegam na loja. Nem tá difícil de achar, né?

Bom, o top basicão é da Topshop. Todo preto e curto, não tive nem como resistir só de imaginar quantas vezes e de quantas maneiras eu o usaria. Em promoção, me custou só R$ 39. Uma peça dessas é ideal para usar com outras de cintura alta, shorts, calças jeans, saias skater, midi ou longas. Tendo a cintura alta já fica incrível. Tem uma blusa preta em casa? Corta aí, vai… Sendo manga curta como a minha, longa ou alcinhas, na hora de usar com uma peça alta vai ficar aquele vintagezão lindão. Não tem? Achei uma bem parecida na Renner aqui, além disso, na C&A, Marisa e diversas outras assim vocês conseguem encontrar blusas pretas ou de outras cores básicas.

Shorts: precisamos deles para viver! Nós aqui, definitivamente, temos um relacionamento sério com eles. No calor, eles nos confortam e no frio não escapam com uma meia-calça. Durante o dia, tarde e noite, poderíamos viver com eles, sempre que rolasse (<3). Eu, particularmente, procuro apenas os de cintura alta, além de te possibilitar um visual um pouco mais arrumadinho, para quem não curte sua barriginha/flancos/culotes (tipo eu), ele se torna uma grande companheiro. Esse meu é da Farm, mas é de uma coleção bem antiga, foi uma compra de brechó (dei sorte). Mas podemos encontrar várias adaptações dele! Encontrei um na Black owl Rockstore  — loja que já foi indicada por mim no site, através de uma amiga que já comprou lá — aqui.

Sobre botas, nem preciso declarar amor! Elas sempre aparecem no site, não vivo sem. Essas do lookbook são inspiradas no modelo Susan, da Chloé, diversas marcas se inspiraram e criaram a sua, como Jeffrey Campbell, Schutz, Zara e outras. Essa minha é da C&A, pela Bottero, tem um bom tempo que comprei, mas é possível encontrar modelos parecidos ainda na Zara, Schutz, na própria C&A e em sites como Dafiti, tipo essa aqui. Na época, a minha custou R$ 189,90.

A bolsa de franjas é uma das minhas favoritas na hora de sair de casa. Essa daí, desde que comprei, não sai mais de mim. Gosto do tipo por sempre ficar bem com um tênis, sapatilhas, botas, saltos, de manhã, tarde, noite… Podemos aproveitar muito essa versatilidade. No final de 2012, eu estava enlouquecidamente em busca de uma, até que no início de 2013 a minha mãe fez o favor de encontrar uma na loja Yamada (!!!) e comprou pra mim. Essa custou R$ 200. Essa não tem mais lá, mas encontramos vários modelos, atualmente, na Renner também, na Riachuelo e tem essa aqui na Black Owl! Tá valendo.

Curtiu?

Ideias de peças para o nosso lookbook Shake It ou quer deixar sugestões? Diz aí.

Beijo!

Data da inauguração Forever 21: agora vai!

forever 21

Tá aí um outro nome que não sai daqui do Shake It e nem da minha vida: Forever 21. Falei sobre a marca algumas super várias vezes. Não vou negar a ansiedade, como a de muitos, para a inauguração da primeira loja no Brasil. E agora é oficial, no próximo sábado (15) inaugura a primeira em São Paulo, logo em seguida, dia 22, é a vez do Rio de Janeiro inaugurar. Um dos maiores motivos para a tal ansiedade está nas peças mesmo, aquelas que vocês sabem que não encontram de bobeira na C&A, Riachuelo, Renner e outras. Mas a questão é: será que o valor vai ser aceitável, comparado ao benefício de comprar fora do Brasil? Com informações da Vogue, conseguimos alguns detalhes.

forever 21 6 forever 21 9

A Forever é original de Los Angeles, California e surgiu em 1984. Quem conhece já sabe que é comum encontrar saias e shorts por lá entre 10 e 20 dólares, blusas de 15 dólares, vestidos por 25 dólares, botinhas MARAVILHOSAS por 30 dólares e por aí vai, isso eu nem estou falando de quando está em promoção, é o valor normal (!) E quem conhece o Brasil também sabe e se acostumou de ver que quando chega aqui, a realidade é outra em termos de custo-benefício, mas estamos na torcida para que esse não seja o caso.

Quando entrevistados pela Vogue, Kristen Strickler (RP global da Forever) nos fez criar esperanças: “Não queríamos abrir as lojas antes de ter a certeza de que os preços em reais fossem quase equivalentes aos valores em dólares das peças vendidas nos Estados Unidos”. E informou que os preços são animadores, por volta de R$ 8,90 (por um brinco) a R$ 122,90 (um vestido longo ou blazer masculino). Vamos torcer?

Lojas tipo Topshop e Zara também entram no grupo de fast fashion, que é justamente o custo-benefício de peças lindas, produção larga escala e por um preço ok, só que na hora de entrar nas lojas (no Brasil), fora de promoção, a gente sabe que não tem como fazer farra nelas. Rola uma ou outra, já a festa é só na promoção mesmo. Mas uma coisa deve ser lembrada: a Zara e Topshop, não são tão baratinhas assim nem em seu país de origem. Já na Forever 21, a maior parte das peças não chega nem em 50 dólares, então, é mais um motivo para querer acreditar que não será tudo tão exorbitante assim.

Um ponto que muita gente achou estanho na inauguração: os shoppings escolhidos para as primeiras lojas. Um é o Morumbi, em São Paulo, e o outro, é o Village Mall no Rio. Visitei o do RJ recentemente e confesso que eu não conseguiria comprar praticamente nada ali de tão fortuna que é a maior parte das lojas do Village. Mas nem quer dizer que por isso ela também será absurdamente cara, não é? Kristen disse: “As brasileiras representam uma grande parcela das consumidoras em nossas lojas norte-americanas. Sentimos que esta era a hora de levar a marca para o País”. Apesar de ser uma loja popular de precinho (<3) em vários países, já que ainda não tinha no Brasil, só comprava quem viajava, ou de quem viajava e trazia.

forever 21 4

forever 21 5 forever 21 3

Entre dois andares na loja de SP, vamos encontrar a linha casual e a Faith 21 (seção voltada para público entre 25 e 45 anos), ainda veremos sapatos, acessórios e, para a alegria dos meninos no Rio, a loja vai receber a linha masculina.

forever 21 2forever 21 1

A coleção que chega no Brasil já é a de inverno 2014, então já é a que encontramos pelo site da loja, se vocês quiserem animar mais ainda, só ver aqui. Eles ainda afirmaram que, comparando com outras marcas tipo fast fashion, ela será diferente, terá novidades todos os dias e modelos limitados para não encontrar todo mundo de uniforme por aí.

forever 21 10

Mora em São Paulo? Prepara pra fila nos primeiros dias (e quem sabe até o outro mês)! O Morumbi Shopping já avisou aqui que vai ter presentinho para os 500 primeiros clientes da loja de SP, aproveita!

Quando for, conta pra gente o que achou!

Beijo!

Lookbook #2: Sky Blue Sky

Lookbook 2 (5)

Hoje é dia de mais um lookbook por aqui. Nesse, as peças são bem diferentes entre si, mas ainda em sintonia, por isso a escolha. Tudo é acervo pessoal. Saia midi com fendas: uma das peças chaves do look, também tem botas Jeffrey Campbell, blusa tipo jeans Marisa, relógio dourado Casio e óculos redondinho da galeria Endossa. Fotos do lookbook feitas pelo fotógrafo Mário Camarão.

Sobre a saia: no primeiro momento que olhei para ela, encantei! Ótima para sair durante o dia, tarde, noite + balada e por aí vai. A saia, realmente, cabe para diversas ocasiões. O fato de ser rodadinha ajuda a disfarçar quadril, já a estampa nem tanto. As fendas fazem toda a diferença no modelo midi. E o coloridão estampado no preto é a minha base favorita de estampas. Dificilmente essa saia não ficaria bem em alguém. Ela é da Topshop (<3) e em promoção paguei R$ 189. Considerei um ótimo investimento! Tô certa?

As botas, nada discretas, são Jeffrey Campbell, e prometo que vou lembrar de fazer um post aqui só sobre a marca! Esse par é muito essencial no meu armário. É difícil conseguir dizer não para elas todas as vezes que me arrumo para ir para alguma festinha (rs). Esse modelo ficou reconhecido após diversas pessoas, consideradas influentes no mundo da moda, usarem. Passei um tempo sonhando com elas, olhando em sites de moda, até que criei coragem e juntei uma graninha para investir.  Comprei através do Amazon e esse modelo me custou uma média de R$ 400, transferindo de dólar para real. Apesar do valor, não me arrependi, além de amar o modelo, são super confortáveis (mesmo que não pareça) e dão uma sustentabilidade incrível.

E o relógio dourado Casio? Amo demais! Esse é mais um dos posts que preciso fazer para mostrar os modelos de desejo na marca. Há um tempo comecei a amar alguns dos relógios Casio, esse que uso não é um modelo novo, mas é um dos meus favoritos. A melhor parte é que, para relógios, os preços da marca são bons. E, se eu contar que vocês acham esse tipo facilmente em Belém, e na Yamada Matriz? Pois é, esse foi comprado lá, e não tinha só esse modelo Casio e cor. Foi R$ 139 em promoção, mas agora deve ter voltado para o valor normal R$ 170 (que ainda vale a pena). Não sei como tá o estoque lá, mas certeza que vocês ainda acham. Caso tenha acabado tudo e nas outras Yamadas também, não te desespera que tem em sites como Magazine Luiza, Lojas Americanas, Submarino e outros.

A blusa é da Marisa, comprei tem um bom tempo! Ela faz o tipo jeans sem ser, sabe? A cor lembra, mas o tecido é outro. As pontas na base para fazer a amarração na cintura já existiam, mas as mangas cortadas, não. Antes ela tinha mangas 3/4, como chamam, e decidi que ia reinventar para que ela perdesse um pouco a seriedade que as mangas denunciavam. Depois que fiz um corte reto na costura dos braços, desfiei as pontinhas, assim a amarração + o tipo jeans + o corte reto e desfiado nos braços deixariam a peça de um jeito vintage. E ficou. A blusa foi só R$ 49,90.

Os óculos redondos são básicos e também tornam qualquer look mais diferente. Nesse “retorno” deles, já se tornaram comuns e hoje são encontrados com mais facilidade. Óticas, Marisa, Renner, Riachuelo, sites de lojas internacionais como Motel Rocks, Asos e marcas como Rayban vendem esses e outros modelos parecidos. O meu foi comprado na galeria Endossa, lá na Rua Augusta (São Paulo) e me custou só R$ 39. Depois de ir até uma ótica trocar as lentes para as mais apropriadas, ficou pronto para não sair da minha vida.

Tem alguma sugestão, dúvida ou qualquer pergunta? Comenta aqui com a gente.

Um beijo!

Topshop no London Fashion Week e na vida

topshop 2014

Se tem uma passarela que diz muito sobre o que vem por aí, é a do London Fashion Week. Muito do que é exibido ali, mostra inspiração para as ruas, baladas e vida nas próximas estações. E é em Londres, né? A gente já se derrete de amor só de pensar. E mais uma das coisas que a gente se derrete aqui e nem cansa de falar é da Topshop. Hoje voltamos para lembrar mais uma vez dessa marca incrível que exibiu coisas maravilhosas em um dos eventos mais comentados no mundo da moda.

topshop 2014 5

O desfile foi no último domingo, 16, no museu britânico de arte moderna Taten Modern. A nova coleção falou muito sobre a feminilidade, mas não aquela previsível e, sim, aquela da rebeldia/força/dureza. E aí a gente se apaixona mais ainda, né? Os tons marcados para a estação fazem favoritar cada vez mais a coleção: cinza, azul cobalto, marrons em vários tons, o verde mais pro musgo e, claro, o preto (<3). Bordados sobre o tule e as tatuagens orientais também estavam lá. Isso dá a ideia do que pode vir exposto pela loja. Outro detalhe foi a sugestão de passar um pouquinho de frio no inverno deles: tirando os casacos para proteger do frio, as pernas e algumas partes do corpo estavam descobertas.

topshop 2014 4

topshop 2014 12

Resumindo: a gente não podia esquecer dela no London Fashion Week. A coleção fez todo sentido! Essa feminilidade da mulher forte, nesse momento em que isso se destaca cada vez mais! Os tons que mostram essa feminilidade… Enfim, só encanta mais! Vocês ainda vão me ver falar muito da Topshop aqui, afinal é uma das marcas que mais me identifico.

topshop 2014 11

topshop 2014 7

Vamos aproveitar para contar um pouco da marca e o motivo de falar tanto assim da dela: ela é britânica, surgiu em 1962, faz parceria com grandes estilistas e é considerada uma fast fashion — marca que produz grande escala e que, teoricamente, os preços são acessíveis. Mas sabemos que quando uma loja chega aqui no Brasil, a realidade é outra em termos de valores, no caso da Topshop, existem peças acessíveis e outras que a gente precisa economizar um pouco mais pra poder investir (rs). Outra coisa legal é a versão masculina dela, a Topman.

topshop

Bom, em termos de qualidade, a marca ainda não me deixou na mão, então, eles levam uns pontinhos aí. Mas o ponto maior da minha satisfação tá nas peças: é tudo sempre muito urbano, com roupas que a gente se identifica e se vê nos dias de correria e também na balada. Claro que, como todo caso, existe exagero, só que prevalece o “socorro! Quero levar tudo!”.

Infelizmente não entrega no Brasil, mas em São Paulo já tem 3 lojas para a gente comprar! Uma no Shopping JK, outra no Market Place e outra no Iguatemi. Para quem não mora na cidade, já sabe que quando passar por lá é o momento de aproveitar (risos).

Conta o que achou da coleção, da marca, da experiência com as peças compradas… E tudo!

Um beijo!

Assista aqui o desfile.

Saia Skater: paixão de sempre e para sempre <3

skater 3

Um dia desses descobri que essa saia tão amada era chamada de Skater. Não é de hoje que ela existe, sempre gostei dessas sainhas, mas vamo combinar que a comercialização delas acaba de crescer mais, mas que ainda assim, apesar de parecer comum e, realmente, ser comum, ainda não encontramos várias cores e estampas dela por todos os lugares tão facilmente.

Recentemente me perguntava qual a dificuldade das pessoas em produzirem peças acinturadas, como as saias tipo skater. Porque nós sabemos que calças, shorts e saias de cintura baixa, encontramos milhares, mas a skater, que é acinturada, apesar de também não ter nenhuma dificuldade em seu corte, não encontramos assim.

???????????????????????????????

skater 2Lojas como Riachuelo, C&A, Renner, Farm, Dress To, Forever 21, Motel Rocks e entre outras já fizeram alguns modelos, mas ainda não lideram entre as peças (com exceção da Forever e Motel, que já fizeram vários modelos). Para mim, a skater deveria ser comercializada como qualquer saia, se conseguem fazer diversas estampas e cores de saias todas iguais, de corte igual, colada e cintura baixa, por que não fazer o mesmo com a skater? Seria mais uma opção de modelo.skater 8

skater 7

Atualmente, a Riachuelo tá com um modelo que é a preta, básica e linda para combinar com blusas estampadas, não estampadas e de vários modelos. Fui lá e comprei por R$ 70, também encontrei modelo em outras lojas: na Bardot, na C&A, na Renner… Em são Paulo, encontrei na Zara, Topshop e na galeria Endossa.  O que mais importa é que com sapatilhas, botas, saltos, tênis, rasteiras e com vários tipos de blusas a saia fica bem. É por isso que amo esse tipo de saia, ela é completamente universal e conversa com quase todas as suas outras peças!

Além de tudo, esse modelo de saia valoriza! Por marcar apenas na cintura, e no restante soltar, ela tem uma super leveza, fica bem nas gordinhas e magrinhas, nas meninas que tem a cintura marcada e até nas que não possuem essa cinturinha tão definida.

Essa aqui é uma das que tenho, a da Bardot. E a foto é uma novidade que, em breve, o Shake It! vai divulgar. <3

Essa aqui é uma das que tenho, a da Bardot. E a foto é uma novidade que, em breve, o Shake It! vai divulgar. ❤

Vamo comprar várias estampas e cores de skater e aproveitar essa universalidade delas ❤

Gosta de skater? Já tem? Compartilha com gente o lugar que encontrou e quanto foi pra facilitar a vida das que ainda buscam a perfeita!

Um beijo!

lurex e tricot, o casamento ideal

lurex 7

Sabe o metalizado? Não to falando daquele em couro sintético, to falando daquele que os fios brilham, seja blusa com tricot + lurex ou só o metalizado do lurex, sem o tricot. Tô amando blusas com esses fios. Não é à toa que tá rolando esse momento, tanto que lojas como Renner, Riachuelo, Farm, Cantão, Topshop, Maria Filó e mil outras estão investindo nesses modelitos, que, apesar da cara inverno, dependendo do modelo, eles estão caindo super bem no verão também, né?

Esse modelo é da Farm, não sei se teve como perceber, mas ela tem o metalizado do lurex.

Esse modelo é da Farm, não sei se teve como perceber, mas ela tem o metalizado do lurex.

Essa é a dourada da Farm e o exato modelo da que tenho da Renner. Dourada, comprida e estilo regata, perfeita para usar com uma skinny/legging.

Essa é a dourada da Farm e o exato modelo da que tenho da Renner. Dourada, comprida e estilo regata, perfeita para usar com uma skinny/legging.

Dourado, prata ou cobre, as blusas e vestidos estão por todos os lados nesses tons e isso já rola há um tempinho. O tricot é uma peça muito clássica, essas com o metalizado sempre remete algo vintage, com cara de brechó (no sentido vintage de brechó). Agora, o metalizado perde a cara de APENAS noite, caindo super bem para o dia. Claro que, em dias de super sol, não tem como usar o lurex, a não ser que seja aquele modelo regata, e com mais telas e menos tecido.

Os preços também vão variando tanto quanto as possibilidades de uso durante dia ou noite e verão ou inverno. Comprei uma na Renner, que me custou 59,90 (<3), a da Riachuelo custava 89,90. A da Farm tá de 169 por 92, e se quiser comprar, aproveita que ainda tem aqui no O Q Vestir. Essas que citei, são as que facilmente são usadas no verão, elas estão muito mais para compor o look, sempre por cima de outra blusa, por ter a tela bem espaçada, é mais um complemento, diferente dos modelos tricot lurex já como moletom, claro que esses vão exigir um frio para que vocês consigam usar sem derreter.

Essa é Maria Filó, e tá por 59 reais. Essa tem os fios coladinhos, sem tela, aí não precisa da blusa por baixo.

Essa é Maria Filó, e tá por 59 reais. Essa tem os fios coladinhos, sem tela, aí não precisa da blusa por baixo.

Forever 21

Forever 21

look tricot lurex 2

lurex 6

No preto quase não tem como perceber o brilho, então fica mais fácil ainda de usar durante o dia.

No preto quase não tem como perceber o brilho, então fica mais fácil ainda de usar durante o dia.

Olha o precinho dessa na C&A! ❤ Quando não é de telinha, essa é uma das que mais prefiro, com o brilho no preto, deixando um grafite.

Eu sou meio implicante com brilhos, mas esses que fazem referências há décadas passadas estão me encantando, e acho que vale a pena aprender a usar, na dosagem certa, para que não grite o exagero (risos).

E aí, gostou? Aproveita que ainda tem em várias lojas!

Um beijo!

Dias de sol com biquini hot pants

image Vamo falar de sabadão, domingão e biquinão, né? Há um bom tempo voltou a moda do biquíni hot pants, disso a gente já sabe, mas para quem amou a tendência, até hoje sabe que não é tão fácil achar um com o modelo, altura, corte e estampa ideal pra gente. image Pra quem tem flancos – descobri um dia desses que o nome é esse. Para mim, famoso culotes (risos) – e a barriguinha o hot pants é a melhor saída. Desde que comprei alguns, não abandonei mais. Aí, hoje resolvi dar dicas de lugares que vocês encontram os modelos. image Uma maneira bem simples, que, às vezes, por preguiça a pessoa prefere nem pensar, é o bom e velho comprar o tecido de biquíni, o tecido de forro de biquíni e levar até uma costureira pra tirar as medidas e pedir para fazer um. Um dos meus mandei fazer dessa forma. Agora, também tem uma loja que, para quem não conhece, vai enlouquecer com os biquínis Rush Praia (!!!). Recentemente, a Rush abriu a lojinha online, antes eu ficava só babando via instagram nas fotos dos biquínis.

image Como de costume em marcas de biquíni, lá você pode montar o seu e escolher entre as estampas apaixonantes. De todas as marcas que já vi vender hot pants, foi o que mais vestiu bem e pareceu com o modelo que gosto, além do que mandei fazer, claro. Encontrei modelos também na Farm, vários por lá, mas esses já não ficaram o hot pants ideal, pra mim. Indo na Topshop também encontrei lindos modelos e que vestiram super bem, por um preço bem amigável. A Farm e Rush não é tão em conta assim, mas pelas estampas, vale. A Rush, principalmente. ❤

O que vocês acham?

Vamo curtir esse final de semana de hot pants?

Um beijo!