Lookbook #12: Black Moon

lookbook 12-1Crédito foto: Mário Camarão

O novo lookbook traz referências atuais e antigas, o que é bem natural nessa vida pós-moderna, ahaha. A estampa do kiimono, o coturno e gargantilha são atuais, mas vieram de uma inspiração na década de 90 e, já nos anos 90, as pessoas utilizavam peças semelhantes, mas com referências do estilo gótico para inspirar. A moda é assim mesmo. O que usamos hoje é inspirado em outra década que já era utilizada em outros anos e por aí vai. Hoje, tudo isso trouxe para a moda (de roupas, acessórios e make) o que estão chamando de “novo gótico” gótica suave, gótica desanimada ahahaha, que várias cantoras, atrizes e modelos aderiram, como Taylor Momsen e Rihanna.

Uma observação: deixando claro que levo na piada o termo “novo gótico”, tá? Ahaha. As referências são bem legais e, independente de moda, gosto, uso e já usava, assim como muitas pessoas, alguns elementos do estilo por curtir e se sentir bem).

Se for parar para falar do gótico poderíamos começar pela arte e arquitetura do estilo, que surgiu na França. Mencionar as catedrais que o representam bem e mostrar como tudo isso influenciou no gótico subcultura, não é? Mas, centralizando como estilo de vida, ele aconteceu entre o final da década de 70 e 80, era associado diretamente a música com gêneros musicais que, mais tarde, inspiraram o surgimento do gênero próprio, o rock gótico. Na moda, ele era visto nas roupas de cores escuras tipo preto, roxo, lilás, vinho e tudo o que fosse mais “sombrio”, assim maquiagem e cabelos.

Nos anos 90, os filmes da década: Edward Mãos de Tesoura, Família Addams e outros também nos remetiam a estética gótica. Na moda, assim como hoje, peças novas se misturavam com elementos antigos, criando uma identidade, por exemplo: as gargantilhas choker que tanto falamos, os coturnos também lembram bem o gótico, meia-calça arrastão, couro preto, batons escuros e por aí vai, todas eram usadas nos 90’s. Imaginem tudo isso misturado a uma juventude que, em boa parte, vivia o grunge, já marcante nas camisas, saias e vestidos de flanela. Era um super shake de dois momentos e culturas diferentes, isso não podia cair em outra coisa além de uma fase bem original.

Mas voltando hoje e para as peças utilizadas nesse lookbook #12: esse kimono, vestido de forma casual, é uma peça bem atual, já a estampa sun moon and stars ou constelação (já falamos AQUI), transporta para a década de 90, quando foi muito utilizada. Esse é da Farm, da última coleção, me custou R$ 179 na época. Caso tenham se interessado, saibam que até pouco tempo fui na loja (de Belém) e ainda tinha, mesmo não sendo dos últimos lançamentos da última coleção (se ainda existir algum, certeza que está com descontão). No site não tem mais :(. Quem não encontrar e estiver em uma fase de kimonos escuros, aviso que na C&A tem, pelo menos, 2 modelos, um todo preto vazado e comprido e outro com flores vermelhas, mas o fundo é preto também.

O shorts jeans preto é um hot pants. Essa foi uma peça muito usada nos 90’s também. Tenho esse há um bom tempo, acho que desde 2010/2011, quando comprei na Marisa (sim, tá durando). Ele já desbotou algumas vezes, daí fui lá e tingi de novo, ahahaha. Faz tanto tempo e por isso nem lembro o valor, mas deve ter sido em torno de R$ 59,90. Esses spikes foram aplicados por mim, tinha mais, mas como enjoei tirei a maior parte e deixei esse pouquinho aí, já estou quase para tirar também, hihi. Caso tenha agradado, tem modelo parecido na Oh Céus Store aqui.

Vou juntar a blusa e a gargantilha, tá? Até porque as duas não possuem muitos detalhes. A gargantilha é mais uma das voltas por inspirações em modas passadas. Essa aí foi feita por mim. Comprei 2 metros de fitilho de camurça no comércio (para montar várias com vários pingentes) e, junto, esse pingente que achei muito bonitinho <3. Todo mundo pode ter/fazer uma. Não gastei nem R$ 5 nisso. A blusa é básica, nem lembro como comprei de tão antiga. É uma daquelas que vocês acham na Riachuelo, C&A e outras lojas de departamento. É ótima para complementar quando tem uma ou outra peça que chama mais atenção, além de ser maravilhosa para dias básicos.

O coturno vocês já viram por aqui no último look. Esse é da feira de BH, mas que vocês encontram pela internet e em sapatarias vários modelos legais e até em conta, dependendo da loja. A bolsa faz referência a um estilo folk e, ainda assim, por ser uma peça muito usada hoje, não quebrou em nada no look. Essa foi comprada na Yamada há uns 2 anos, mas também não tem dificuldade para achar. Tem um modelo lindo atualmente na C&A (vários, na vdd), tem na Renner aqui e aqui e em muitas outras lojas.

O que vocês acharam do post/lookbook black moon?

Um beijo!

Lookbook #7: Whole Love

CW5B0133

O lookbook #7 chegou com uma mistura de peças básicas que amamos e, para completar, cobertas por um kimono estampadão e comprido que encantamos mais ainda. Junta isso, mais o trabalho incrível das fotos do fotógrafo Mário Camarão, mais o píer da Estação das Docas e mais o solzão, só podia ser amor. Belém é muito estrela com esse cenário, não é? <3. (Todas as fotos do lookbook 7 no final do texto)

Tudo aí é super usável, tanto que, em outra ocasião, já tinha sido usado por mim. Não cheguei a registrar com fotos, mas foi no Festival Loollapalooza (tirando o salto, claro). Tudo nele é muito leve, tem nem como combinar com o início de uma tarde de sol até noite.

Começando pelo kimono, total primavera/verão, super fresquinho e esvoaçante, se torna a chave para embelezar qualquer roupa basicona. Esse foi comprado na Forever 21, no valor de R$ 89. Bati o olho e achei maravilhoso. Não resisti (rs). Sei que quando voltei na loja (poucos dias depois) não tinha mais nenhum, mas kimono não falta mais! Tem na Romwe aqui para quem curte fazer compras internacionais. Não tem como pedir internacional? Achamos modelos na lojinha que adoramos, a Oh Céus Store. Quer mais? Vai na Dress To. Olha aqui e mais esse o que ainda tem por lá.

Vamos passar agora para shorts. Esse é da Farm. Um jeans velho amigo hot pants, curtinho e com sua cintura alta. É muito favorita no meu guarda-roupa. Não abro mão de shorts, principalmente desses que são básicos e vão me possibilitar milhares de ideias na hora de montar o todo. Já comprei faz bastante tempo, acredito que esse exato modelo seja difícil de encontrar por lá, mas na própria loja costuma ter vários no estilo.  Ainda assim, para quem não encontrar quando quiser, indicamos os mesmos sites das alternativas de kimono. A Oh Céus Store tem modelos aqui que funcionariam da mesma maneira. Ainda tem a Romwe também. Quer algo mais prático? A loja Marisa tá cheia de modelos hot pants.

A blusa é uma adaptação minha. Quem me conhece sabe, amo sair por aí cortando blusas. Foi o caso dessa, rs. Antes era uma camiseta branca, com mangas e comprida, aí decidi cortar as mangas de maneira cavada. Tenho sempre essa e outras que saio picotando em busca do básico necessário para equilibrar na hora de montar roupas. Experimenta fazer em casa! Faz bem e gasta quase nada além do seu tempo. Pode pegar qualquer uma das que tem por aí,  tem aquela do namorado/amg/família (risos).

Partindo para os acessórios, vamos falar da mochilinha <3. Teve um post sobre elas aqui, com tudo aquilo que pensamos e o quanto adorávamos desde adolescentes. Agora, em alguns modelos repaginados, adotamos algumas também. O modelo da foto é mais um da Forever 21. Não sei se recomendo bolsa da loja, porque tem beleza, mas vai faltar resistência. Se você é tipo eu que, quando compra uma bolsa nova, abandona quase sempre as outras e fica só com essa, também vai sentir tanto quanto eu o peso, porque quando não tem tanta qualidade, que é o caso das da Forever, usando direto elas se acabam rapidinho. Tem mais, essa ainda custou R$ 129. Não me arrependi, a minha ainda tá inteira, mas se você procura duração, não compre lá. Encontrei modelos relativamente baratinhos na Riachuelo, C&A e Renner, assim vale mais a pena comprar. E tem um modelo parecido com a minha aqui, ó.

Para finalizar, o sapato, outro que não tiro mais dos pés. Já falamos também sobre esses de estilo tamanco, clogs e mules no Shake It (link) <3. É muito encanto por eles! Sempre fica a lembrança de sapatos vintages. Esse aí é da Zara, nova coleção (vai que ainda tem). Custou R$ 189.

E aí, curtiram o Lookbook #7?

Um beijo!

(Fotos na galeria)

Tem também no meu lookbook.nu

Lookbook #3: Passenger Side

lookbook 3.1

Já tava na hora do Lookbook #3, né? Decidimos dar um time depois do Carnaval até publicar esse, mas agora acho que já deu. O terceiro look já é um velho conhecido meu, mas nunca esteve por aqui na forma completa. No mês de estreia do site, fizemos um post sobre Kimonos, vocês lembram (aqui o link)? Resolvemos, então, fazer o lookbook dele por aqui. Fotos por Mário Camarão. (lookbook completo no final do texto)

Vamos começar pelo kimono: como falamos aqui, é uma peça que rolou e que ainda tá rolando. Confortável, fresquinho e sempre com uma estampa linda! Podemos usar durante o dia, tarde, noite, o que não falta é oportunidade. É só adequar com a blusa que vamos usar por baixo, sempre um pouco mais justa, já que ele é soltão. Esse meu é da Farm, coleção de 2012 (não, nunca vou enjoar dele). Ok, impossível encontrar o mesmo, hoje, se nem for por desapego de alguém, mas ele está longe de ser um dos únicos modelos. No post feito aqui, deixamos a dica do da Riachuelo, que custava 89 dinheiros, Sholder, a nova coleção da Farm também tm novos kimonos  — aqui — alguns dos modelos já disponíveis nas lojas. Para quem tem uma Topshop por perto, lá também tava cheio e ainda tem a Forever 21 que acabou de inaugurar e tinha uma peça linda lá custando R$ 57,90, certeza que esse já acabou lá, mas outros modelos deles ainda chegam na loja. Nem tá difícil de achar, né?

Bom, o top basicão é da Topshop. Todo preto e curto, não tive nem como resistir só de imaginar quantas vezes e de quantas maneiras eu o usaria. Em promoção, me custou só R$ 39. Uma peça dessas é ideal para usar com outras de cintura alta, shorts, calças jeans, saias skater, midi ou longas. Tendo a cintura alta já fica incrível. Tem uma blusa preta em casa? Corta aí, vai… Sendo manga curta como a minha, longa ou alcinhas, na hora de usar com uma peça alta vai ficar aquele vintagezão lindão. Não tem? Achei uma bem parecida na Renner aqui, além disso, na C&A, Marisa e diversas outras assim vocês conseguem encontrar blusas pretas ou de outras cores básicas.

Shorts: precisamos deles para viver! Nós aqui, definitivamente, temos um relacionamento sério com eles. No calor, eles nos confortam e no frio não escapam com uma meia-calça. Durante o dia, tarde e noite, poderíamos viver com eles, sempre que rolasse (<3). Eu, particularmente, procuro apenas os de cintura alta, além de te possibilitar um visual um pouco mais arrumadinho, para quem não curte sua barriginha/flancos/culotes (tipo eu), ele se torna uma grande companheiro. Esse meu é da Farm, mas é de uma coleção bem antiga, foi uma compra de brechó (dei sorte). Mas podemos encontrar várias adaptações dele! Encontrei um na Black owl Rockstore  — loja que já foi indicada por mim no site, através de uma amiga que já comprou lá — aqui.

Sobre botas, nem preciso declarar amor! Elas sempre aparecem no site, não vivo sem. Essas do lookbook são inspiradas no modelo Susan, da Chloé, diversas marcas se inspiraram e criaram a sua, como Jeffrey Campbell, Schutz, Zara e outras. Essa minha é da C&A, pela Bottero, tem um bom tempo que comprei, mas é possível encontrar modelos parecidos ainda na Zara, Schutz, na própria C&A e em sites como Dafiti, tipo essa aqui. Na época, a minha custou R$ 189,90.

A bolsa de franjas é uma das minhas favoritas na hora de sair de casa. Essa daí, desde que comprei, não sai mais de mim. Gosto do tipo por sempre ficar bem com um tênis, sapatilhas, botas, saltos, de manhã, tarde, noite… Podemos aproveitar muito essa versatilidade. No final de 2012, eu estava enlouquecidamente em busca de uma, até que no início de 2013 a minha mãe fez o favor de encontrar uma na loja Yamada (!!!) e comprou pra mim. Essa custou R$ 200. Essa não tem mais lá, mas encontramos vários modelos, atualmente, na Renner também, na Riachuelo e tem essa aqui na Black Owl! Tá valendo.

Curtiu?

Ideias de peças para o nosso lookbook Shake It ou quer deixar sugestões? Diz aí.

Beijo!

Farm desejando Tudo de Bom

farm tudodebom

E já que estou em clima de comentar novas coleções, vamos falar de outra que não pode ser esquecida: nova coleção da Farm, claro. Semana passada a marca divulgou a coleção outono/inverno 2014, a “Tudo de Bom”. O novo lookbook tá esbanjando maravilhas! As peças foram inspiradas nas meninas viajantes, que gostam de conhecer novas culturas, ou seja: em todas nós. ❤

campanha41 fam

De uns tempos para cá, enjoei muito da Farm e, com certeza, muitas de vocês também ainda estão. Acho que isso é natural, já que a marca decide explodir uma estampa, colocando a mesma em várias peças de roupas, entre shorts, vestidos… E isso é desde sempre, mas cada vez mais se tornou comum encontrar mil pessoas na mesma festa, rua, shopping que você com a mesma roupa/estampa que você está usando. Não tem pra onde correr. E o pior: as peças só ficam mais caras.

Mas tá aí, impressionante, é só chegar a coleção de outono/inverno que eu encanto de novo. Nunca fui fã das coleções de primavera/verão, acho que eles “inovam” mais nas estações de “friozinho”. Essa nova coleção me fez desejar a loja mais uma vez. Kimonos repaginados, vestidos midi, saias pareô midi, as que são tipo envelope; calças neoprene estampadas, as calças criadas para esportistas (todas as imagens na galeria – final do texto)… Parece tudo a mesma coisa de sempre, né? Mas tá tudo de cara nova, repaginado, com peças curtinhas para mostrar que a gente aguenta frio!

farm kimono

farm jeans 2

calca_curta22

O jeans é uma das apostas, e não só da farm, ele também está nas passarelas do London Fashion Week, NY Fashion Week, e em várias marcas. Ele pode até ser aposta de sempre, mas é justamente por ser jeans. Ele é vida, né? Sempre muito urbano, prático e nossa cara, e ele sempre ganha alguma novidade. A peça está muito presente na nova coleção, seja em pano ou em espírito de de jeans, aquele que só parece, mas nem é.

farm jeans

farm jeans 3

Desde a última coleção, também de outono e inverno, que eu não achava tanta coisa bonita assim por lá. Não sei se é bom pra mim, mas sei que é ruim para os bolsos (risos). Vestidos que custam “facilmente” quase 500 reais, que de olhar a gente sabe que o investimento é muito alto para a peça. Mas, como sempre, encontramos as peças possíveis por lá e que estão valendo.

Ainda não passou por lá? Então, cuidado com a paixonite quando entrar na loja. ❤

Se quiser ir preparando o amor, olha aqui no e-FARM.

Vídeo da campanha aqui.

Um beijo!

Kimono nas nossas vidas

bbc_image (1)

Kimono no dia a dia não é de hoje. Tem um tempinho que algumas marcas lançaram kimonos em suas coleções, mas muita gente não endossou de cara o toque japonês no visual. Eu, particularmente, tenho achado cada vez mais lindo. Inicialmente, quando vi na coleção da Farm de primavera/verão, em 2012 estranhei, mas só levou mais uns dias para que eu já começasse a gostar (sempre assim. rs).

coleções kimonos

Recentemente, vi que até a Riachuelo lançou um em uma de suas coleções. E ele é bem bonito, bem coloridão, com a estampa super verão e por um preço justo. Tá valendo.

Comprei o da Farm, da coleção de 2012 (o mesmo que estranhei no início hihi), junto veio um top da mesma estampa. Nem sempre consigo usar os dois juntos, já que o top é bem curtinho. Acabo aproveitando pra usar em situações com cara de verão mesmo, tipo praia/piscina/churrasco… Mas o kimono, sozinho, tenho conseguido usar de diversas maneiras, seja com uma regata preta básica, ou até de outras cores, dependendo.

Esse é o meu. No dia que servi de modelo para exibir o meu anel Barbara Müller

Esse é o meu. Sou encantada nele. Essa foto foi no dia que servi de modelo para exibir o meu anel Barbara Müller (rs).

É um kimono, e estampado, né? Então, quando não uso com o top que acompanha, tento usar com blusas mais básicas. Acaba que destacando só o kimono. E gente, é muito fácil de usar com shorts jeans, preto, calças e leggings. Vamos usar, grrrls! Fica lindo ❤

Um beijo!