TAG: Amizade <3

Mais um vídeo no ar, gente! Por sinal, quem ainda não se inscreveu no nosso canal tá vacilando, hein? É só um simples clique aqui.  ❤

Resolvemos responder uma tag falando sobre a nossa linda amizade. Assim vocês podem conhecer a gente melhor e é o nossoprimeiro vídeo juntas, né? Muita emoção em um vídeo só rs. É só apertar o ‘play’!

 

Fizemos com todo o carinho do mundo e esperamos que vocês gostem. 🙂

Beijos mil ;**

 

Viagem: Bonito – MS

Quem nos acompanha no instagram sabe que eu viajei pra Bonito – MS na semana santa (sdds, feriado). Como é um lugar muito especial, natureza, bonito (rs) e, principalmente, como eu não achava um post super completo em nenhum blog, resolvi contar pra vocês as coisas mais interessantes de lá pra estimular a sua ida à cidade.

Uma breve observação: eu nunca fui das mais ligadas ao ecoturismo. Sou muito urbana mesmo. Partindo dessa afirmação, posso dizer pra vocês que fiquei apaixonada por Bonito. É um lugar maravilhoso. Inacreditável a beleza e  a natureza. Voltei “Team Natureza” dessa viagem.

Como não tem voo direto de Belém pra Campo Grande, voamos Belém – SP, SP – Campo Grande. Chegamos de manhã na cidade e fomos de carro, aliás, recomendo que todos façam isso. São 258km de distância de Campo Grande pra Bonito (aproximadamente 3 horas e 40 minutos) e a estrada não é sinalizada. Na verdade a estrada não é nenhum pouco sinalizada. Tem que ter cuidado, senão você pode se perder 3 vezes (como nós fizemos rs). Ao alugarmos o carro a locadora não tinha GPS disponível. =(

Mas por quê ir de carro? 

Tem van saindo acho que a toda hora do aeroporto de Campo Grande, mas os passeios na cidade são todos longe. TODOS mesmo. Se você ficar em um hotel que não tenha atividades dentro isso piora bem mais. Ter um carro pra ajudar na locomoção só deixa você nas mãos das vans que levam pros passeios. Liberdade zero. Mas é uma opção.

foto 1 (8)

foto 2 (12)

foto 1 (10)

A estrada é muito boa (tirando a falta de sinalização pra Bonito) e a paisagem é linda. Quem curte viajar de carro vai adorar!

HOSPEDAGEM

Ficamos hospedados no Hotel Cabanas. Dentro do hotel mesmo tem vários passeios tipo arvorismo, boia cross (<3), duck, trilhas, cachoeiras… É tudo muito lindo e bem cuidado. Todo mundo no hotel é super atencioso e disposto a ajudar.

foto 2 (8) foto 3 (7) foto 4 (6)

foto 1

Cachoeira dentro do hotel. Depois de uma trilha e muitas quedas.

Tem alguns hotéis que já possuem atividades, mas no centro da cidade também tem muitos. Opções de hospedagem não faltam. É só procurar uma que atenda a todas suas necessidades.

PASSEIOS

Gruta do Lago Azul

foto 2 (10)

foto 3 (8)

foto 3 (9)

A Gruta do Lago Azul é um dos passeios mais famosos da cidade e fica a, aproximadamente, 30 minutos do centro. Todos os passeios precisam ser agendados antes, pois você não faz nada lá se não for acompanhado de um Guia de Turismo. Se você conseguir esse passeio na hora considere-se uma pessoa de sorte. Tá tudo sempre lotado e principalmente este. Ou seja, reserve com bastante antecedência se quiser ir.

Pra chegar na Gruta, você precisa fazer uma trilha de 15 minutos (sempre de tênis, pfv).  No final da trilha você dá de cara com mais de 300 degraus pra descer (e pra subir depois). A escada é bastante irregular e eu fiquei morrendo de medo de cair pelo simples motivo de “sou totalmente desastrada”. A melhor notícia foi que eu não caí e superei essa.

O passeio em si dura 1 hora e, vou te contar, nunca vi nada tão lindo na minha vida. É maravilhoso e nenhuma foto consegue descrever a beleza do local. Só indo pra ver mesmo.

foto 5 (2)

Processed with VSCOcam with c1 presetfoto 2 (13)foto 1 (11)

DSC00567

Fazendo a pose mais clássica da Gruta.

O guia dos disse que essas escadas são novas e que, antes, tinha um caminho pior pra descer na gruta rs. Fiquei 100% do tempo me apoiando do meu namorado pra ter certeza absoluta de que não ia cair e rolar nas pedras. Tudo é possível quando se trata de Nayana d’Oliveira.

Observações: você é obrigado a ir de capacete. Ou seja… Não espere nenhuma foto maravilhosa. Saí com cabeção em todas as fotos. Infelizmente essa é a dura verdade da Gruta. Outra: não dá pra tomar banho nessa água azul. Fiquei arrasada quando descobri isso, mas, mesmo assim, vale a pena.

Boia Cross (<3)

Fizemos o passeio de Boia Cross dentro do Hotel que estávamos. Foi um dos passeios que mais gostei, pois envolvia apenas cachoeiras em uma boia, descidas loucas e eu não me machuquei em nenhum momento quase um milagre.

É um passeio lindo e que vale muito fazer. Ésse-dois coraçãozinho pra ele.

Entrando na Boia. Pronta pra aventura.

Entrando na Boia. Pronta pra aventura.

"levando caldo"

“levando caldo”

 

Boca da Onça

Outro passeio incrível que vale MUITO. Não tirei muitas fotos com o celular durante o passeio, pois fiquei com medo de molhar. No final vi que era super possível de levar. Perdi fotos, mas as melhores fotos estão armazenadas em um lugar maravilhoso chamado “coração” rs. Tiramos muitas fotos na água, que não vou publicar aqui por motivos de “saí vergonhosamente feia nas fotos aquáticas”.

Apenas avisando pra quem quer ir nesse passeio que você tem que descer (ou subir) mais de 800 degraus. É MUITA COISA pra quem não faz ideia hahaha. Mesmo. Tivemos a sorte de descer, mas teve um grupo muito fofo que passou no sentido contrário ao nosso todo feliz… Mal sabiam que iriam enfrentar os 800 degraus. Apenas rimos.

É um passeio pro dia todo. Você entra às 9h, é recebido com um café da manhã e depois passa o dia todo fazendo trilha, conhecendo as cachoeiras.

Tive o prazer de estar no lugar mais lindo que já vi na minha vida. A cachoeira boca da onça é incrível. Essa é a palavra que descreve ela perfeitamente. Na volta do passeio tem almoço com uma comida caseira deliciosa. A estrutura do local é maravilhosa. Tudo limpo e durante o passeio eles contam com um ponto de apoio. Quem quiser ficar no meio do caminho pode, mas é besteira parar na metade.

foto 1 (12)foto 3 (10)foto 2 (15)DCIM100GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

foto 4 (10)

a legenda dessa foto é: escolhi viver entre flores

Por último trouxe a foto de um dos momentos mais lindos da viagem. A foto ta feia. Já tinha acabado a bateria da “go pro” e só tínhamos o celular mesmo.

foto 5 (4)

 

Não dá pra explicar a beleza desse lugar. Esse passeio é imperdível!

 

ALIMENTAÇÃO

O hotel no qual ficamos tem uma comida deliciosa. Nunca tinha provado Tilápia e adorei. Pelo que percebemos uma comida local de Bonito é jacaré, só que só tinha em um restaurante da cidade.

Tem fervo a noite? Sim.. Tem vários bares e restaurantes. A rua que concentra isso tudo é muito linda. No todo a cidade é bem limpa e organizada e com muitas opções de alimentação. Como não ficamos no centro, sempre contávamos com o carro e 15 minutos dirigindo pra comer alguma coisa.

Tem o “famoso” sorvete assado, que nada mais é que sorvete com salada de fruta e marshmallow dourado no forno por 5 minutos. Meu namorado ficou bem decepcionado quando descobriu. Eu ainda acho que deve ser gostoso de qualquer forma, mas não provamos rs.

 

Ainda fizemos arvorismo, duck e mais trilhas. Não coloquei as fotos por ter, literalmente, chorado de medo no arvorismo. Não queria me humilhar desse jeito no meu próprio blog. Não sou obrigada! hahahaa Apenas esclarecendo que não chorei de medo em si, mas enfim… não tenho equilíbrio (não sei andar nem de bicicleta, patins, patinete etc) e estava com medo de cair mesmo com 2 cordas me protegendo. Pensando bem.. chorei de medo sim! hahaha

Bom, espero que vocês tenham curtido as dicas. Ficou bem grande o post, mas acho que coloquei tudo que queria.

É impossível não gostar de Bonito. De verdade. Vale muito a pena.

 

Beijos mil

;**