Sobre ruivice, corte e cuidados

IMG_0866

Semana passada marquei minha horinha lá no salão Manuella Hair para retocar o cabelón, algo que faço há 4 anos, desde o dia que decidi ter o cabelo nesse tom. Sim, já faz tanto tempo que mantenho a cor do meu cabelo que até estranho. Dessa vez, decidi que contaria mais sobre a minha experiência com a cor.

Lembro quando decidi fazer essa cor — falo especificamente dessa, porque antes tinha o cabelo avermelhado, mas era daqueles que eu só gostava quando já estava desbotadinho e sempre passava um bom tempo sem retocar por isso –, eu ainda morava em São Paulo e fiz por lá mesmo, no salão Retrô Hair (R. Augusta, 902). Mas depois voltei a morar em Belém e aí começou a saga de achar alguém/algum salão que conseguisse manter ou até melhorar a cor.

Um belo dia decidi pedir ajuda para os universitários no Facebook, até que me recomendaram a profissional que não troco por nada <3! Nunca foi segredo a responsável por deixar o meu cabelo do jeitinho que eu queria, já disse em outros posts e já recomendei mil vezes via Facebook e Instagram, não teria como deixar de indicar o que realmente vale a pena, né? Mas, para quem ainda não conhece ou sabe, quem cuida do meu cabelo é a Gabriella Lourenço, profissional lá do Manuella Hair.

Quando perguntam se pretendo manter respondo que nunca mais mudarei a cor do meu cabelo, acho, rs. Mesmo que vivam de me dizer “Sério? Mas agora todo mundo tem o cabelo dessa cor”. Eu, que já faço a coloração há uns bons anos aí, não vou abrir mão por implicância com a modinha. Deixa, né, gente? A cor é bonita mesmo, tem mais é que curtir e se curtir. Além disso, dentro do “ruivo natural” existe muita variação. Conversando com a Gabi, ela até comentou que todos os ruivos que faz são diferentes, tentando sempre adequar cada um para cada pessoa e sua preferência.

IMG_0865

Corte

Uma outra coisa que costumava fazer tem um bom tempo: cortar o cabelo sozinha, risos. Mas só faço por me considerar meio desapegada com o meu. Acredito que já fui mais desapegada, na verdade, tanto que a última vez que mexi, oficialmente, no cumprimento dele foi em 2010, desde então decidi que ia deixar crescer e nesse tempo todo só cortava a franja e as pontinhas (aka quase nunca cortava as pontinhas :P). Aí cresceu, mas quando reparei não tava aquele cabelo com saúde, claro. Então resolvi cortar as pontas aqui por casa, e óbvio que não fez muita diferença, nem ficou sensacional, mas era só quebra-galho mesmo.

A Gabi, conhecendo a minha história de vida cabelística, sempre me recomendou, um dia, fazer um corte com a própria Manuella, até que dessa vez rolou. Depois de tingir, a Manu fez o corte. Foi mais que notável a diferença, porque enfim, é indiscutível, né? Ela é profissional e estudou para isso. E sem mexer muito no tamanho, ela conseguiu fazer um corte lindo e deixar o meu cabelo leve e saudável. Ficou outro! Super recomendo a experiência.

img 55

Cuidados

Apesar de me preocupar com a aparência final do meu cabelo, reconheço ser aquele tipo de pessoa que não costuma fazer massagens e ter outros tipos de cuidados profundos para manter a saúde, mas tudo isso me dá um frio na barriga só de pensar a quantidade de vezes que já tingi, é pura sorte ele ainda estar aqui inteirão. Óbvio que não recomendo isso para as pessoas que fazem coloração. O ideal é cuidar sempre, mesmo que em casa.

De toda forma, manter esse tom de ruivo significa retocar, pelo menos, 1 vez por mês e, no meio de tudo isso, uma das coisas que mais vejo acontecer é o cabelo desbotar, então, desde sempre uso shampoo e condicionador para revitalização da cor, é o mínimo, né? Já usei o L’Oréal Professionnel Vitamino Color, mas é um investimento muito alto, sem dúvida, por isso deixei de usar e hoje prefiro a linha Nativa SPA Vinoterapia Proteção e Revitalização da cor, o valor é muito mais acessível.

Para proteger mais ainda tento usar shampoo seco intercalando com a lavagem. O meu cabelo é do tipo muito oleoso e para não ter que enxaguar todos os dias, a única forma que encontrei é utilizar 1 ou até 2 dias de shampoo seco e outro de shampoo e condicionador com a lavagem normal.

Só que a preocupação de manter a cor por mais tempo não está só no ato de lavar, o sol de Belém também tá aí para não colaborar muito. Por isso, às vezes uso chapéu <3, turbante e qualquer outro acessório que possa me tirar um pouco da mira do sol.

IMG_0871

Look

Claro que, na minha mania de lookbook, não podia deixar de falar das peças que estava utilizando. Começando pela blusa, preciso dizer que amo essa minha blusinha <3, ela é tipo lurex, daí brilha levemente. Comprei na galeria Endossa (R. Augusta – São Paulo). A calça que usei é uma skinny preta acinturada, não chega a ser super alta, mas amo por ser na medida. Ela veste incrivelmente bem. Percebam esses ‘rasgos’ no joelho que eu fiz, pra variar, na mania de sair cortando tudo, rs. Ela é da C&A e me custou R$  79 dinheiros.

IMG_0868

Sobre os acessórios: a bota tipo coturno que, por sinal, amo/sou e quase não tiro mais foi presente do namorado <3, mas sei que ele comprou na Feira Hippie de Belo Horizonte. A bolsa de franjas já apareceu aqui mil vezes de  tanto que amo também <3, ela é da Yamada. E o colar com pedra é uma bijuteria que comprei em uma loja do comércio de Belém e me custou só R$ 2 dinheirinhos, hihi.

Ufa, quase não termina esse post aqui, né?

Mas e aí, o que vocês acharam do corte e tudo mais?

Interessou? A Gabi atende na unidade Pariquis do salão e ó, ela não faz só coloração de ruivos, claro. Vocês também podem marcar na mesma unidade para fazer corte com a própria Manuella. E para melhorar mais ainda, é lá que a Nay também atende para maquiar <3. Lacrando com chave de ouro essa unidade, né?

R. Pariquis, 2509, Belém – PA

(91) 4009-9901

Beijo em vocês!

10 thoughts on “Sobre ruivice, corte e cuidados

  1. Que coisa linda ler você incentivando as pessoas a curtirem a cor do cabelo mesmo sendo parecida com a sua!
    Esse povo por aí tem mania de achar que só pq algumas pessoas fizeram igual é imitação ou não é mais legal!
    Amei tanto que deu até vontade de ficar ruiva ahahaha

    Beijos

    • Exato, Verinha!
      Estou colorindo há tanto tempo que não vou abrir mão agora disso e só por moda, né? Risos. É uma bobagem!
      Deixem a galera curtir e pintar também, né? hehehe.

      Um beijo! :***

  2. Oi Luiza!

    Tu sabes o tom que a Gabi usou no teu cabelo?
    Eu uso a 8.34 da Keune ou Majirel
    E quando desbota eu fico praticamente loira hahahaha.

  3. lux, você sabe qual a marca da tintura (e o número, se você não for ciumenta) que a Gabriella usa no seu cabelo? Faz uns 5 meses que tô ruiva e gosto muito da tinta que uso, mas assim que pinta ela puxa demais pro vermelho. Só fica bom mesmo quando desbota (exatamente como acontecia com você).
    Qual shampoo seco você usa?

    • HAHAHAHAH ❤
      Faço, Yanna! Mas a receita é feita, basicamente, de muito hambúrguer e pizza ahahaha
      E tudo isso traz para as pernocas aquela velha e amiga moda de furinhos nas pernas, mais conhecida como celulite 😦 😀

Comenta aqui!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s