Cabelo loiro: a saga

Ser loira é facinho, né? Só que não MESMO. Já tive os cabelos de muitas cores. Já foi preto azulado, preto azulado com as pontas roxas, azul, roxo e azul ao mesmo tempo, já fiz mechas cobres e de várias cores e já descolori (sozinha) as pontas dos meus cabelos incontáveis vezes. Quando tinha uns 18 anos era uma completa viciada em descolorir as pontas dos meus cabelos. Sério. Cheguei ao extremo de estar viajando e me olhar no espelho, achar que não tava loira o suficiente e correr pra farmácia comprar descolorante haahaha.

Sempre curti mudanças e, obviamente tá na cara isso gosto de chamar atenção. Ok. Dito isso posso contar pra vocês que tava há dois anos sem aplicar coloração nenhuma nos meus cabelos. Preguiça e pão-durice foi o que me fez dar um time nessa vida de descolorir cabelo. Até tava curtindo ser morena completamente, sabe? Mas nunca cuidei dos meus cabelos. Isso é fato. Sad but true.

Ano passado, antes de viajar, passei em uma farmácia e vi o pó descolorante logo na entrada e fiquei com vontade de fazer as “californianas” de novo. Fiz até direitinho e pronto! Já tava desesperada de vontade de ficar loiraça. Cumulado a isso vinha a vontade (maior ainda) de uma amiga nossa que toda vez falava que queria MUITO que eu ficasse platinada haahha. Tudo tem um começo, né?

morena

“Morena”.  Quase 1 ano depois de ter descolorido as pontas dos meus cabelos em casa e tava essa situação. Ressalto que eu n-u-n-c-a cuidei. Sério. É pra dar graças a Deus de ainda ter cabelo na minha cabeça. Já usei e abusei muito de química, gente!

foto (12)

Aí está meu antes e depois da primeira vez que descolori com uma profissional. Fiz com a Audilena Paixão do Manuella Hair Club. Pra quem não sabe trabalho no Manuella Hair Club como maquiadora também. Fiquei completamente apaixonada pelo meu cabelo assim, PORÉM ainda não tava do jeito que eu queria rs.

Sorriso natural de felicidade.

Sorriso natural de felicidade.

Tava loiro, mas não TÃO loiro, né?

foto 2

Um mês depois de fazer o loiro da primeira vez com a Audilena já estávamos super ansiosas pra fazer mais. Eu e ela. Aí ficou assim. 🙂

Deu pra perceber que eu também torei meu cabelo, né? Cortei muuuuito. Tinha que cortar… Não tem jeito. As pontas já estavam super fracas antes. Imagina depois de fazer esse “tratamento intensivo” ao inverso? De qualquer forma adorei. Me senti até mais leve.

foto (5)

Sempre pedi pra ela não fazer muito da raiz, já que eu não gosto de ficar com a obrigação de mensalmente ter que descolorir os cabelos. Essa última foto foi de semana passada. Três meses depois de ter feito a cor já achei que a raiz tava gigante e pedi pra ela subir um pouquinho mais só na frente.

Essa parte do resultado é sempre legal. A parte chata é que você tem que cuidar muito. Pensar em ser loira e não gastar dinheiro é o mesmo que você viver em um mundo de fantasias. Só se você for uma pessoa com o cabelo maravilhoso naturalmente (o que não é, definitivamente, meu caso). O meu cabelo não é maravilhoso e eu tenho que cuidar MUITO dele. Antes de ser loira eu realmente não me importava com ele, mas agora me importo muito.

Primeiramente: nunca usei shampoo desamarelador ou matizador. Acho a cor dele bonita do jeito que é e não entendo o porquê de tanta gente sair com o cabelo chumbado e completamente manchado por usar esses produtos. Acho que virou uma febre de cabelo chumbado, né? Quem realmente sentir necessidade deve conversar com um profissional antes. Só ele vai saber te orientar sobre como usar esses produtos sem manchar o cabelo!

Pra deixar meus cabelo hidratado faço, de 15 em 15 dias, uma hidratação com um profissional. Gosto muito da Cauterização da Redken, All Soft da Redken e do ritual Absolut Repair da L’Óreal, mas sempre tô testando tratamentos novos no salão. Em casa uso o shampoo, máscara e finalizador da linha Chroma Thermique da Kérastase. Uso muuuuuito o Huile Céleste da linha Soleil da Kérastase um dia após a lavagem, quando sinto que meu cabelo tá perdendo o brilho, sabe? Ele serve como protetor solar também e pesa bastante o cabelo. Meninas do cabelo oleoso devem fugir desse produto!

Comecei a depender dos finalizadores pra deixar o cabelo sempre com uma aparência legal. Pro loiro ficar com aquele brilho ele tem que ser bem cuidado. Não adianta! É impressionante a mudança que eu senti quando passei a usar os produtos de manutenção da Kérastase e não estamos recebendo um centavo pra falar disso. Ele ressurgiu das cinzas mesmo. Tá muito mais bonito do que quando eu não fazia nenhuma química!

Se você tá pensando em ficar loira, o principal é achar um profissional de confiança pra te deixar linda. Depois é cuidar muito. Cuidar mais uma vez. Investir em produtos de manutenção que realmente funcionem no seu cabelo. Depois disso tudo é curtir a loirice.

Como vocês cuidam dos seus cabelos loiros?

Beijos mil!;*

4 thoughts on “Cabelo loiro: a saga

  1. Coragem, hein?!
    Mas de fato te achei mais linda ainda loira!
    Eu já tive (como você) a descoloração feita em casa.. Mas detona tanto o cabelo né?! Acabei deixando pra lá.. ahah
    beijos

    • Coragem não me falta, Vera! ahahah Sério.. Sempre fui hiper corajosa com cabelo. Seja pra cortar, pintar… Confio sempre em mim e no profissional que tá colorindo e (Graças a Deus) nunca tive uma grande decepção. Infelizmente detona muuuito o cabelo, mas é o preço que se paga, né? hahaha

      Beijos ;***

Comenta aqui!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s