Batom Patisserie da M.A.C

Processed with VSCOcam with t1 preset

Tem batom de novo por aqui! Hoje falamos de um excluído (e esquecido) por muitas. Eu, particularmente, nunca iria comprar o patissarie se não fosse a Brigettes’s Boutique. Já disse pra vocês que batom nude não faz a minha cabeça, mas devo admitir que são necessários. Como tava em promoção na loja vi algumas resenhas e comprei. Vi nas resenhas que o acabamento dele é Lustre que fica que nem um gloss nos lábios, mas te dá muita hidratação. Resumindo: tinha TUDO pra eu não usar muito. Sou #TeamMatte.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Agora lá vai a reviravolta: ele é muito lindo. Uso sempre com uma maquiagem beeem forte pra compensar a boca “zero”.

Esse batom foi lançado em 2009 na coleção MAC Euristocrats e graças à sua popularidade na época foi incorporado na linha regular. O patisserie é descrito como um “rosa cremoso neutro”  e ele tem micropartículas de brilho. São beeem micro mesmo. Você só consegue ver se prestar bastante atenção. Acho que é isso que o torna tão especial e querido.

foto 3

Além de ser lindo, o patisserie é uma excelente opção pra você quando seus lábios tiverem ressecados. Ele deixa a sua boca hidratada o dia todo graças ao acabamento lustre que eu tanto odiava, mas agora aceito.

Existem coisas que nós precisamos comprovar pra ver se vale a pena. Sou do time de batons secos, meus lábios não aguentam  12 horas com um batom hiper matte. Esses acabamentos mais cremosos são a minha salvação. Não existe, no meu mundo, a opção de sair sem batom ahahahaha!

foto (6)

Fiz uma maquiagem com azul pra exemplificar exatamente como eu utilizo esse batom. Viu como ele realmente parece um gloss?

Ahh… Quase ia esquecendo: não deixe ele no seu carro trancado o dia todo ou exposto ao sol. Como ele é MUITO cremoso se você fizer isso pode ter uma surpresa não tão agradável quando quiser usar ele novamente. Falo por experiência própria! Quase perco meu patisserie e ia ficar muito triste se isso acontecesse.

 

Isso é tudo sobre o Patisserie. Gostaram dele? Já tem?

Conta pra gente!

Beijos mil ;*

 

 

Advertisements

Burnout/desgastado <3

burnout 8

Hoje é sobre a nossa paixão por camisas/vestidos ou quase qualquer peça burnout. Tá… Agora, o que é isso? Para quem não se sentiu familiarizado com o nome, esse é qual dão para a peça que passam por um processo químico até que fique com o aspecto de desgastado.

Não é de hoje, é de muito tempo, mas ainda tenho visto diversas vitrines que aderiram o tipo, entre elas a sempre eternamente comentada aqui Topshop, a Renner e, ainda, a Urban Outfitters. É um enorme encantamento com esse tipo de tecido <3. A peça também é conhecida como devorê, apesar de que, pelo menos eu, reconheço a minha favorita mais como a burnout, já que, em diversas lojas, os modelos devorê são cheios de variações.

burnout 1

burnout 6

Seus desgastados nem sempre são apenas simples desgastados, alguns ainda recebem estampas por cima ou outro tipo de desgaste (falando sobre o nome devorê), o burnout também — estamos falando da mesma coisa, só para ficar claro –, mas como me acostumei a ver, as marcas que reconhecem peças como burnout (normalmente internacionais, claro), costumam ter/fazer peças mais sóbrias, ainda que recebam uma aplicação ou outra, elas são mais básicas – esse é o caso dos modelos da Topshop. De qualquer forma, os termos utilizados são esses.

Tem desgastado em formato oncinha, outras com listras, outras com estampas variadas, outras em veludo e por aí vai… Mas a base mesmo é o fato do tecido passar pelo processo e receber o desgaste.

A minha favorita é aquela simplesmente com carinha de camisa velha, sabe? E as que mais desejo tem no tom cinza/preto, essas conseguem destacar mais ainda o tipo “envelhecido” da roupa, por isso prefiro. Comprei uma IDÊNTICA, sem exageros, a da Topshop (aqui), só que na Renner, e no lugar de me custar R$ 89, custou R$ 39,90 <3.

Essa é a minha da Renner, igual a da Topshop

Essa é a minha da Renner, igual a da Topshop <3.

burnout 4

Essa azul é a da Topshop, igual a minha (também tem a cinza dela).

burnout 5

Mas não tem só nessas duas lojas, esse tipo tá em todos os lugares e acho que de sempre para sempre, porque é tão básico que, simplesmente, dificilmente ela deixar de rolar com o todo do look. Já encontrei na Forever e aqui da Forever também, Oh Boy!, Cantão, Farm, ASOS, Urban Outfitters (que tem até modelo com estampa James Bond aqui <3), American Apparel, todas as da Topshop aqui, Renner e diversas outras, aí o importante é escolher a sua favorita. Como mencionei, a minha favorita é apenas a envelhecida, seja no tecido basicão ou até mesmo no veludo.

burnout 9

E vocês, curtem? Qual a favorita?

Aproveita que outro feriado tá chegando YAY! e tem super a cara de um conforto.

Se ainda não tem, aproveita que deixamos os links de diversas aí!

Um beijo!

Viagem: Bonito – MS

Quem nos acompanha no instagram sabe que eu viajei pra Bonito – MS na semana santa (sdds, feriado). Como é um lugar muito especial, natureza, bonito (rs) e, principalmente, como eu não achava um post super completo em nenhum blog, resolvi contar pra vocês as coisas mais interessantes de lá pra estimular a sua ida à cidade.

Uma breve observação: eu nunca fui das mais ligadas ao ecoturismo. Sou muito urbana mesmo. Partindo dessa afirmação, posso dizer pra vocês que fiquei apaixonada por Bonito. É um lugar maravilhoso. Inacreditável a beleza e  a natureza. Voltei “Team Natureza” dessa viagem.

Como não tem voo direto de Belém pra Campo Grande, voamos Belém – SP, SP – Campo Grande. Chegamos de manhã na cidade e fomos de carro, aliás, recomendo que todos façam isso. São 258km de distância de Campo Grande pra Bonito (aproximadamente 3 horas e 40 minutos) e a estrada não é sinalizada. Na verdade a estrada não é nenhum pouco sinalizada. Tem que ter cuidado, senão você pode se perder 3 vezes (como nós fizemos rs). Ao alugarmos o carro a locadora não tinha GPS disponível. =(

Mas por quê ir de carro? 

Tem van saindo acho que a toda hora do aeroporto de Campo Grande, mas os passeios na cidade são todos longe. TODOS mesmo. Se você ficar em um hotel que não tenha atividades dentro isso piora bem mais. Ter um carro pra ajudar na locomoção só deixa você nas mãos das vans que levam pros passeios. Liberdade zero. Mas é uma opção.

foto 1 (8)

foto 2 (12)

foto 1 (10)

A estrada é muito boa (tirando a falta de sinalização pra Bonito) e a paisagem é linda. Quem curte viajar de carro vai adorar!

HOSPEDAGEM

Ficamos hospedados no Hotel Cabanas. Dentro do hotel mesmo tem vários passeios tipo arvorismo, boia cross (<3), duck, trilhas, cachoeiras… É tudo muito lindo e bem cuidado. Todo mundo no hotel é super atencioso e disposto a ajudar.

foto 2 (8) foto 3 (7) foto 4 (6)

foto 1

Cachoeira dentro do hotel. Depois de uma trilha e muitas quedas.

Tem alguns hotéis que já possuem atividades, mas no centro da cidade também tem muitos. Opções de hospedagem não faltam. É só procurar uma que atenda a todas suas necessidades.

PASSEIOS

Gruta do Lago Azul

foto 2 (10)

foto 3 (8)

foto 3 (9)

A Gruta do Lago Azul é um dos passeios mais famosos da cidade e fica a, aproximadamente, 30 minutos do centro. Todos os passeios precisam ser agendados antes, pois você não faz nada lá se não for acompanhado de um Guia de Turismo. Se você conseguir esse passeio na hora considere-se uma pessoa de sorte. Tá tudo sempre lotado e principalmente este. Ou seja, reserve com bastante antecedência se quiser ir.

Pra chegar na Gruta, você precisa fazer uma trilha de 15 minutos (sempre de tênis, pfv).  No final da trilha você dá de cara com mais de 300 degraus pra descer (e pra subir depois). A escada é bastante irregular e eu fiquei morrendo de medo de cair pelo simples motivo de “sou totalmente desastrada”. A melhor notícia foi que eu não caí e superei essa.

O passeio em si dura 1 hora e, vou te contar, nunca vi nada tão lindo na minha vida. É maravilhoso e nenhuma foto consegue descrever a beleza do local. Só indo pra ver mesmo.

foto 5 (2)

Processed with VSCOcam with c1 presetfoto 2 (13)foto 1 (11)

DSC00567

Fazendo a pose mais clássica da Gruta.

O guia dos disse que essas escadas são novas e que, antes, tinha um caminho pior pra descer na gruta rs. Fiquei 100% do tempo me apoiando do meu namorado pra ter certeza absoluta de que não ia cair e rolar nas pedras. Tudo é possível quando se trata de Nayana d’Oliveira.

Observações: você é obrigado a ir de capacete. Ou seja… Não espere nenhuma foto maravilhosa. Saí com cabeção em todas as fotos. Infelizmente essa é a dura verdade da Gruta. Outra: não dá pra tomar banho nessa água azul. Fiquei arrasada quando descobri isso, mas, mesmo assim, vale a pena.

Boia Cross (<3)

Fizemos o passeio de Boia Cross dentro do Hotel que estávamos. Foi um dos passeios que mais gostei, pois envolvia apenas cachoeiras em uma boia, descidas loucas e eu não me machuquei em nenhum momento quase um milagre.

É um passeio lindo e que vale muito fazer. Ésse-dois coraçãozinho pra ele.

Entrando na Boia. Pronta pra aventura.

Entrando na Boia. Pronta pra aventura.

"levando caldo"

“levando caldo”

 

Boca da Onça

Outro passeio incrível que vale MUITO. Não tirei muitas fotos com o celular durante o passeio, pois fiquei com medo de molhar. No final vi que era super possível de levar. Perdi fotos, mas as melhores fotos estão armazenadas em um lugar maravilhoso chamado “coração” rs. Tiramos muitas fotos na água, que não vou publicar aqui por motivos de “saí vergonhosamente feia nas fotos aquáticas”.

Apenas avisando pra quem quer ir nesse passeio que você tem que descer (ou subir) mais de 800 degraus. É MUITA COISA pra quem não faz ideia hahaha. Mesmo. Tivemos a sorte de descer, mas teve um grupo muito fofo que passou no sentido contrário ao nosso todo feliz… Mal sabiam que iriam enfrentar os 800 degraus. Apenas rimos.

É um passeio pro dia todo. Você entra às 9h, é recebido com um café da manhã e depois passa o dia todo fazendo trilha, conhecendo as cachoeiras.

Tive o prazer de estar no lugar mais lindo que já vi na minha vida. A cachoeira boca da onça é incrível. Essa é a palavra que descreve ela perfeitamente. Na volta do passeio tem almoço com uma comida caseira deliciosa. A estrutura do local é maravilhosa. Tudo limpo e durante o passeio eles contam com um ponto de apoio. Quem quiser ficar no meio do caminho pode, mas é besteira parar na metade.

foto 1 (12)foto 3 (10)foto 2 (15)DCIM100GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

foto 4 (10)

a legenda dessa foto é: escolhi viver entre flores

Por último trouxe a foto de um dos momentos mais lindos da viagem. A foto ta feia. Já tinha acabado a bateria da “go pro” e só tínhamos o celular mesmo.

foto 5 (4)

 

Não dá pra explicar a beleza desse lugar. Esse passeio é imperdível!

 

ALIMENTAÇÃO

O hotel no qual ficamos tem uma comida deliciosa. Nunca tinha provado Tilápia e adorei. Pelo que percebemos uma comida local de Bonito é jacaré, só que só tinha em um restaurante da cidade.

Tem fervo a noite? Sim.. Tem vários bares e restaurantes. A rua que concentra isso tudo é muito linda. No todo a cidade é bem limpa e organizada e com muitas opções de alimentação. Como não ficamos no centro, sempre contávamos com o carro e 15 minutos dirigindo pra comer alguma coisa.

Tem o “famoso” sorvete assado, que nada mais é que sorvete com salada de fruta e marshmallow dourado no forno por 5 minutos. Meu namorado ficou bem decepcionado quando descobriu. Eu ainda acho que deve ser gostoso de qualquer forma, mas não provamos rs.

 

Ainda fizemos arvorismo, duck e mais trilhas. Não coloquei as fotos por ter, literalmente, chorado de medo no arvorismo. Não queria me humilhar desse jeito no meu próprio blog. Não sou obrigada! hahahaa Apenas esclarecendo que não chorei de medo em si, mas enfim… não tenho equilíbrio (não sei andar nem de bicicleta, patins, patinete etc) e estava com medo de cair mesmo com 2 cordas me protegendo. Pensando bem.. chorei de medo sim! hahaha

Bom, espero que vocês tenham curtido as dicas. Ficou bem grande o post, mas acho que coloquei tudo que queria.

É impossível não gostar de Bonito. De verdade. Vale muito a pena.

 

Beijos mil

;**

Eyes print, as calças do Win Butler e nós

Arcade Fire se apresenta no Lollapalooza

Viciados em estampas sabem: é inevitável passar batido na estampa de olhos, né? Ano passado comecei a acompanhar a “nova” tendência eyes print por aí. Sou louca por estampas, e uma marcante, tipo essa, não ia passar sem ser notada. Mas não só roupas os olhos invadiram, também nos acessórios (que antes a gente já encontrava) e até em sapatos.

A marca oficial a lançar a moda foi a Kenzo e a peça chave foi o moleton de olhos, mas, como falei, já é possível encontrar em sapatos, leggings, blusas, acessórios, vestidos e diversas outras variações que podem abrigar a ideia. Famosos, como sempre, são quase que definitivos para fazer algo “virar” e quem andou acompanhando já viu, por exemplo, o Win Butler (vocalista do Arcade Fire <3) com sua calça que tem carinha de legging o acompanhando na turnê do Reflektor, inclusive ele a usou no Brasil — tanto no Rio quanto em SP — e, INCLUSIVE, a calça definitivamente e literamente já anda junto, rs.

eye print riachuelo

eye print 3

A estampa de desejo já está por vários lugares. Ainda essa semana pude passar na Riachuelo e a boa notícia é que já tem por lá também para os meninos, o que nada impede que as meninas também comprem e façam adaptação/customização dela. E não é só a camisa que tem por lá, também tem a peça oficial, o tal moleton, que para o caso de Belém, eu passo, rs, mas para viajar tá valendo, não é?

eyes print 2

Os olhos mais usados são os exibidos pela Kenzo mesmo, mas outras marcas também criaram adaptações e olhos em outros formatos, uns com uma mistura étnica e por aí vai. Acabou na Riachuelo mais próxima e ainda quer comprar? Tem várias peças baratinhas aqui no Sheinside (entrega no Brasil <3) Já vi na ASOS,  essa aqui no lyst, Topshop, Nasty Gal, Motel Rocks e outras.

E aí, gostou? Já é peça de desejo? Corre lá na Riachuelo!

Um beijo e bom final de semana para vocês!

Batom Everlasting Love Liquid Lipstick “Lolita” – Kat Von D

 

20140424-090439.jpg

Acho que quem acompanha o blog sabe que eu não sou das mais animadas com batom nude. Vale pra nude rosado e nude com a base mattom. Não me empolgo nenhum pouco mesmo em comprar, mas esse batom de hoje me surpreendeu bastante.

Lembra do Backstage Bambi que eu falei há um tempo aqui? Esse é irmão dele. Com o mesmo acabamento. Com o mesmo aplicador. Tudo igualzinho, mas com uma cor beeeem diferente.

20140424-090326.jpg

Primeiro tem o batom assim que ele é aplicado. Ainda bem líquido. Depois tem ele bem sequinho já!

A duração é a mesma do Backstage Bambi: dura pra sempre hahaha. Exageros a parte: dura MUITO mesmo. É do tipo de batom que você vai pra festa e nem precisa retocar. O batom ideal pra quem não tem muita paciência pra ficar retocando sempre.

A cor é um “nude rosado”, mas não tão rosado assim. Não consegui definir ao certo. Com certeza é uma das cores mais bonitas de batom que eu já vi.

20140424-090537.jpg

No dia-a-dia

20140424-092827.jpg

Com a “pele” de festa.

O único porém desse batom é que o preço dele é bem salgado. Na Sephora do Brasil custa R$93, mas ele está fora de estoque. O meu eu uso sempre e ainda tem bastante produto. Esse vai ser um dos batons que eu, com certeza, vou comprar novamente quando acabar.

Pra você que é mais discreta ele é uma excelente opção. Por mais que seja nude ele chama atenção acho que é por isso que eu gosto bastante rs .

Vale a compra? Com certeza. É um batom muito lindo.

 

Espero que vocês tenham gostado. Deixa seu comentário! ❤

 

Beijos mil! ;**

 

 

Shake It na Forever 21!

image (17)

Há, mais ou menos, 2 semanas o Shake It decidiu visitar a tão esperada Forever 21, a das peças ótimas e de precinhos, qual as filas estavam dando voltas e voltas assim que inaugurou. Aproveitei a viagem para SP e Rio e decidi passar nas duas lojas inauguradas no Brasil, a do Shopping Morumbi e a do Shopping Village Mall para ver como tava de novidades e, claro, ver o que tinha de bom e aproveitar para comprar o que interessasse.

Por sorte não peguei nenhuma fila, assim como por azar também não peguei quase nada de bom comparado com as peças que eu sabia que tinham “voado” por lá. Logo estranhei não passar por filas, que, pelo menos uma semana antes, tinha uma daquelas de dar voltas dentro do próprio shopping. Quem acompanhou por alguns sites conseguiu ver que chegou a ter fila de espera de 5 horas, por uma dessas eu não conseguiria passar, claro, o amor é grande mas também não é desumano, não para isso rs.

image (16)

Visitei primeiramente a de São Paulo, claro que em 2 andares de loja ainda era possível encontrar peças que valiam. Os preços, realmente, brilhavam os olhos: blusas de R$ 25, calças jeans cintura alta por R$ 85, vestido midi por R$ 47 e até menos que isso, bijuterias baratinhas e por aí vai. Ok, a qualidade a gente sabe que não tem como ser das melhores, mas entre as peças que comprei, até então (faz nem 3 semanas e tem coisas que ainda nem usei rs), estão todas inteiras, tirando um anel que comprei que a pedrinha já era fuén. Era notável que a loja já não tava tão cheia de peças quanto deveria. Em São Paulo consegui comprar um kimono incrível por R$ 83, um colar por R$ 15 e uns anéis por R$ 15 cada, além de outras peças que comprei, mas acabei trocando na Forever 21 do Rio de Janeiro.

  • Kimono que comprei ❤ por R$89. As outras peças vocês vão ver nos próximos lookbooks, rs. E tem o presentinho de vcs também — sim, a gente não ia esquecer –, falo sobre essa surpresinha no final do texto.

No dia seguinte já fui pro Rio, e aí já passei na Forever de lá, a situação foi outra, apesar de não ter fila para entrar, na hora de pagar tinha uma enorme, desisti até de provar as poucas peças que encontrei por conta da fila do provador, que tava tão grande quanto. Sim, as pessoas meio que voavam nas peças bonitas que encontravam. Não tinha mais quase nada! As peças que encontrei: uma mochilinha de couro, saia midi verde com botões, uma saia skater daisy print e uma blusa cavada com estampa tribal. Apesar de, aparentemente ter encontrado peças mais diferentinhas na do Rio, a loja de São Paulo estava bem melhor. De todas essas que encontrei no RJ, todas foram garimpadas, praticamente. Encontrando jogada pela loja, no caixa de pagamento, sem ter outras peças iguais. Quase desisto.

forever 21 24

Depois de mais uns dias no Rio para ver o sensacional show da minha vida do Arcade Fire, tive que voltar para São Paulo para os shows do Lollapalooza, e depois de toda a maratona de shows me restaram quase que dois dias ainda na cidade para comprar presentinho que tinha esquecido, então decidi voltar no Shopping Morumbi, lá, entrei mais uma vez na Forever 21, dessa vez a loja estava vergonhosamente vazia, não era possível encontrar absolutamente nada de interessante ali, fiquei assustada! Nunca tinha visto uma loja tão vazia em toda a minha vida.

Em entrevista para o Exame, uma vendedora  da loja informa que o estoque que era previsto para 3 meses de vendas, acabou em aproximadamente 3 semanas. Eles, definitivamente, não esperavam essa correria pela loja. A loja acabou ficando um tempo vazia na espera das novas mercadorias e clientes ainda se decepcionavam com o fato de ter peças lindas nas vitrines, mas que não podem sair de lá, pois elas são vitrines mundiais e só podem ser trocadas com a autorização da sede, mesmo que não exista mais qualquer daquelas peças expostas.

Agora a loja já recebeu novas peças, e a dica para quem quiser ver as melhores é ir pela parte da manhã, já que eles renovam o estoque todos os dias, quando a loja fecha. As filas? Voltaram de novo, claro. rs. Quando vamos conseguir comprar tranquilamente com loja cheia de roupas?  Bom, vamos esperar para ver.

O melhor de tudo isso? É que não podíamos esquecer de trazer um presentinho para vocês, claro! Nos próximos dias, vamos sortear uma peça que trouxemos da Forever para vocês! 😀 Fiquem de olho no Shake It!

Um beijo!

Makebook #2: Plastic Soldiers

10151000_581312355298066_1737451166_n

 

Depois desse super descanso de feriadão voltamos com o pique total com mais Makebook. ❤ Fiz essa maquiagem na Lux pensando em algo bem marcado mesmo. Ela tem a pele bem clara e eu adoro o efeito do contraste. Fiz a transição do branco pro preto com um marrom bem leve. Adorei o resultado. Como sempre digo: a maquiagem precisa refletir o estilo da pessoa e eu acho que refletiu total o estilo da Luiza. Pra variar (rs), usei um batom escuro. O escolhido foi o “fixed on drama” que eu amo muito. Acho que ele tem um tom de vinho muito lindo mesmo. Sou apx por ele.

As fotos são do Bob Menezes que também fotografou nosso Makebook #1.

10152917_581295901966378_28370650_n

10173335_581299438632691_1155071357_n

972538_581327771963191_814184167_n

Produtos utilizados:

Pele

  • Base Dermacolor – Kryolan
  • Corretivo NW40 – M.A.C
  • Pó translúcido – Kryolan

Olhos

  • Paint pot na cor “painterly” – M.A.C
  • Sombra “gesso” – M.A.C
  • Sombra “corduroy” – M.A.C
  • Sombra “carbon” – M.A.C
  • Sombra “vapour” – M.A.C
  • Máscara de cílios The Falsies – Maybelline
  • Delineador em gel blacktrack – M.A.C

Lábios

  • Batom “Fixed on drama” – M.A.C

 

E aí? Curtiram? Estamos esperando a sua opinião. ❤

 

Beijos mil ;**

 

 

Lookbook #5: Either Way

lookbook 5

Dia de mais um lookbook! Esse, que já é o quinto, chega na véspera do feriadão, pronto para sugerir misturas nos looks escolhidos para as nossas várias programações. Saia skater com estampa, top básico, blusa jeans para compor e as amadas cut out boots. Um look simples para tarde/noite sem precisar passar calor (no caso de Belém e em qual lugar mais estiver rs). Fotos do Mário Camarão e make da Nay alguém duvidava? <3. (Todas as fotos do lookbook #5 na galeria de imagens, final do texto)

Iniciando por uma das peças que considero importantíssima no todo: a saia. Já falamos de saia skater por aqui, não é? Esse tipo de saia é quase que universal, cai bem nas magrinhas, gordinhas, altas e baixas, só basta escolher a favorita. A cintura alta/ajustada e o fato de ter um tecido que não fica colado no quadril, valoriza a ideia toda. Essa é da Farm, coleção antiga — antes da Lola & Tom, comprei em uma promoção maravilhosa! Apenas R$ 48 (!!!). Não dei tanta bola pra ela logo no começo, até por ser bem curta e, apesar de não me importar com isso, a gente sabe que algumas peças chegam a tirar o nosso conforto, mas no caso dessa, usando sem salto alto já rola, além disso, depois notei que conseguia casar a saia com diversos estilos de blusas para mudar as ocasiões de uso.

O top é da marca Topshop, já usei o mesmo no lookbook #3, do Kimono, lembra? Certeza que ele ainda vai aparecer aqui outras milhares de vezes, não tem jeito, é uma peça que vai como base com quase tudo. Recentemente (duas semanas), fui na Topshop do JK, em São Paulo, e vi que ainda tem modelo parecido. Quem mora por lá, claro, pode aproveitar. Vocês também conseguem um modelo parecido aqui e, ainda, contamos possibilidade gigante de encontrar outros idênticos e básicos em vários lugares ou até de pedir para uma costureira fazer, de cortar camisetas pretas e compridas em casa e por aí vai.

A blusa tipo jeans clarinha é Calvin Klein, comprada/trocada em um brechó que eu e uns amigos fizemos há um bom tempo. Bazar é algo divino, né? Só de pensar em peças incríveis que a gente pode conseguir com precinho já anima. Blusa jeans de mangas compridas não tem segredo para achar hoje, certo? Indo na Riachuelo, C&A, Renner, Farm e diversas outras a gente acha facilmente.

E sobre cut out boots: também já falamos aqui (nosso primeiro post sobre moda <3)! Amo a ideia de botinhas vazadas. São confortáveis, ventiladas, curtas, lindas e, no caso dessa minha, cai bem desde o trabalho até a balada. Falamos pelo nosso Instagram e Facebook assim que encontramos essas nas prateleiras da Renner. Compramos por R$ 179 bem investidos e não tiramos mais dos pés. Faz mais ou menos 1 mês desde o dia que compramos, mas fui até a loja esses dias e ainda vi alguns tamanhos. Curtiu? Corre!

Gostou da simplicidade das peças e o resultado final de todas juntas?

Alguma dúvida ou sugestão? Só comentar aqui.

E ah, aproveito para antecipar que vamos reduzir as postagens aqui durante esses dias de feriadão, porque sabemos que vocês estão loucas para aproveitar esses dias fazendo nada ou jogando tudo para o alto. Mas vamos continuar com as nossas publicações no nosso Facebook e Instagram para quem ainda estiver de bobeira.

Beijo e bom feriadão!

(Galeria fotos lookbook #5) 

O “Concurso” do Molho Negro

10155307_313317085487767_8278374086733487624_n

Hoje rolou o lançamento do clipe novo do Molho Negro, no qual eu tive a honra de participar como “maquiagem e beleza”. A música é demais. Não é porque eu participei do clipe, mas realmente adoro as músicas da banda. Tudo foi feito pelo pessoal da Muamba Estúdio e o resultado ficou exatamente como eu imaginava que fosse ficar: lindo!

O melhor de tudo é que nos divertimos MUITO fazendo. Tem coisa melhor? O clipe foi filmado no Centur aqui em Belém que tem uma atmosfera de 1743 1985 muito legal hahahaha.  Fiz uma maquiagem super discreta e só a Juliana Gatto que usou batom vermelho. Cabelo igualmente discreto. Tô apx pelo resultado, gente. Sou super suspeita pra falar.

Processed with VSCOcam with f2 preset

 

Processed with VSCOcam with f2 preset

Maíra Monteiro

Processed with VSCOcam with g3 preset

Processed with VSCOcam with g3 preset

Juliana Gatto

Processed with VSCOcam with m3 preset

 

Bom, o resultado foi esse aqui. Parabéns pra todo mundo que participou! Tá lindo! ❤

 

1558451_307628459389963_1122982983_n

não pude ficar pra hora da foto, mas ganhei uma lembrança. ❤

 

Ficha Técnica

Realização: Muamba Estúdio
Maquiagem/Beleza: Nayana D’oliveira

Agradecimentos:
Fundação Cultural Tancredo Neves (FCTN)
Queen Jane
Maria do Carmo Mácola

Casting:
Netto Batera
Juliana Gatto
Maíra Monteiro
Lucas Gouvêa

 

Espero que vocês tenham curtido! ❤

 

Beijos mil ;***

Sola tratorada

sola tratorada 1Detalhes que nem sempre passam batidos é o caso da sola tratorada (odeio a palavra tratorada). Apesar de parecer algo pequeno, esse “detalhe” está mais do que em evidência. Não, não é de hoje esse tipo de solado, mas estamos acostumados com o fato de algo surgir, sumir e depois voltar na moda, certo? Esse é o caso do sapato que se destaca em mais uma coleção de outono/inverno de algumas marcas.

A característica da sola cabe para quase qualquer sapato, não só boots ou plataformas, também está em modelos tipo rasteiras e sapatos com salto alto, oxford e outros. Nós adoramos esse destaque trator que cria aquele ar grosseiro, mas que, ao mesmo tempo, equilibra perfeitamente com um vestido floral, por exemplo.

sola tratorada 7

sola tratorada 6Gostamos muito dessa mistura de algo aparentemente “delicado” combinado com uma peça mais “grosseira”, o look ganha mais força e passa segurança. Saia skater, shortinhos jeans, vestidinhos e calças vão muito bem com a sola tratorada, que podem fazer toda a diferença, mesmo estando apenas no solado do sapato.

Tem um modelo em específico que se tornou comum nos pés da galera que curte moda, é uma plataforma, não chega a ser bota e nem um sapato totalmente aberto. Ele é bem diferentão, mas é bonito, é o modelo da Stella McCartney. Desde que lançadas, não vimos mais fora dos pés das pessoas que curtem a ideia. O modelo se tornou tão comum que muitas lojas se inspiraram e criaram iguais ou adaptações.

sola tratorada 2

Modelo Stella McCartney

A gente até fala quase sempre das mesmas lojas, mas é que não tem jeito! Além de referências de moda pra gente, nelas sempre encontramos muitas das coisas que desejamos. É o caso desse tipo de sapato, já é quase maioria nas lojas Topshop, vários também na Urban Outfitters, Nasty Gal, o amado Jeffrey Campbell, encontramos na Romwe, Zara e, como falamos, Stella McCartney.

Vocês gostam? Conta aí!

Um beijo.